| RESENHA #160 | EM ALGUM LUGAR NAS ESTRELAS, CLARE VANDERPOOL

quarta-feira, março 01, 2017
ISBN-10: 856663683x
Título: Em Algum Lugar Nas Estrelas
Autora: Clare Vanderpool
Ano: 2016 
Páginas: 288
Idioma: Português
Editora: DarkSide
Gênero: Ficção, Drama
Nota: 4

Sinopse: Em Algum Lugar nas Estrelas, da autora norte-americana Clare Vanderpool, é um romance intenso sobre a difícil arte de crescer em um mundo que nem sempre parece satisfeito com a nossa presença. Pelo menos é desse jeito que as coisas têm acontecido para Jack Baker. A Segunda Guerra Mundial estava no fim, mas ele não tinha motivos para comemorar. Sua mãe morreu e seu pai... bem, seu pai nunca demonstrou se preocupar muito com o filho. Jack é então levado para um internato no Maine (o mesmo estado onde vivem Stephen King e boa parte de seus personagens). O colégio militar, o oceano que ele nunca tinha visto, a indiferença dos outros alunos: tudo aquilo faz Jack se sentir pequeno. Até ele conhecer o enigmático Early Auden. Early, um nome que poderia ser traduzido como precoce, é uma descrição muito adequada para um prodígio como ele, que decifra casas decimais do número Pi como se lesse uma odisseia. Mas, por trás de sua genialidade, há uma enorme dificuldade de se relacionar com o mundo e de lidar com seus sentimentos e com as pessoas ao seu redor. Quando chegam as festas de fim de ano, a escola fica vazia. Todos os alunos voltam para casa, para celebrar com suas famílias. Todos, menos Jack e Early. Os dois aproveitam a solidão involuntária e partem em uma jornada ao encontro do lendário Urso Apalache. Nessa grande aventura, vão encontrar piratas, seres fantásticos e até, quem sabe, uma maneira de trazer os mortos de volta – ainda que talvez do que Jack mais precise seja aprender a deixá-los em paz.

É difícil escolher qual dos livros da editora DarkSide é mais bem produzido e qual tem melhor conteúdo, porque são todos simplesmente incríveis. Mas esse, sem dúvidas, foi o que mais esperei para ter em mãos e poder mergulhar nessa leitura. 

Ambientado em fins da década de 1940, especificamente após a Segunda Guerra Mundial, conhecemos a realidade de Early, um pré-adolescente que se encontra num processo de luto sem fim. Ele, recentemente, perdeu sua mãe. De quebra, seu pai, que buscando desesperadamente se livrar do próprio luto, decide que é uma boa ideia o mandar para um internato. 

Jack se sente como se não pertencesse à aquela vida. Tudo para ele é estranho. Assim, como sente falta de seus pais. Porém, com o seu pai na marinha e sua mãe morta, ele se vê sozinho. E é em meio a esse sentimento que uma amizade surge entre Jack e Early, um garoto um tanto peculiar. Unidos por um sentimento em comum, o abandono, eles embarcam em uma grande aventura repleta de emoções e superações.

Early, como já disse, é um garoto um tanto peculiar, o mesmo vive recluso em seu mundinho. E uma das coisas que fazem parte desse mundinho é o número irracional Pi, que começa com 3,14 e, segundo matemáticos, segue infinitamente. E é envolta do Pi que a história se desenrola, pois Early é capaz de ver mais do que simplesmente números, para ele, existe toda uma história a respeito dele. Então, os dois jovens em busca de sanar dúvidas e muita aventura entram na floresta do Maine sendo guiados pela Ursa Maior. 

Inicialmente, Jack age de uma forma até que grosseira diante das histórias contadas por Early. Porém, ao longo da narrativa as semelhanças entre as histórias e vivências do garoto tornam-se evidentemente parecidas. E é a partir desse instante em que Jack para a dar mais ouvidos ao seu companheiro. 

Clare Vanderpool possui uma forma de escrever maravilhosa! Sem muitos rodeios e com sensibilidade o suficiente ao abordar as vivências de seus personagens, a autora consegue nos transmitir exatamente o que deseja. E também, viajar entre o passado e presente dos garotos, proporcionando aos seus leitores muitos momentos reflexivos. 

Devo dizer que foi difícil escrever essa resenha, desde que ''Em algum lugar nas estrelas'' é um livro riquíssimo em detalhes – tanto em ambientação quanto em reflexões. Sem dúvidas, o recomendo para todos que desejam iniciar uma jornada recheada de emoções, aprendizados e superações.

7 comentários:

  1. Oi Mari,
    Quero muito ler esse livro. Tenho só lido comentários positivos desse livro,
    O que mais me chama a atenção e o período em que ele se passa e por trazer a história de um jovem.
    Se é um livro rachedo de emoções então com certeza irei chorar, porque apesar de ser durona para algumas coisas, tem até comercial na TV que me leva as lágrimas.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari, esse livro parece ser daqueles que terminamos a leitura e ainda ficamos com ele na cabeça, né? A história parece ser bastante emocional e reflexiva. Espero poder ler um dia essa história e espero gostar da escrita e o modo de narrar da Clare, o tanto o quanto você pareceu gostar. Enfim, dica muito mais que anotada.

    Beijos
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    Já vi a resenha desse livro e confesso que estou mega curiosa pra ler, que capa mais amor né!
    Fiquei ainda mais curiosa pela leitura ao saber que a tem uma escrita boa, amo isso.
    Beijoka!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Eu já vi inúmeras resenhas relacionadas a esse livro e seu bem do que se trata a obra. Tenho muita vontade de ler; nas nunca encontro o mesmo em uma boa promoção. Espero poder ler em breve e gostar tanto quanto você gostou. Acho essa capa nuito linda e o trabalho da Dark nem preciso falar que é um luxo né? Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oiee!!
    Sou completamente apaixonada por essa capa (aliás, como não se apaixonar pelas capas da Darkside né?)
    Também achei o enredo muito interessante, mostrando as dificuldades dos garotos e como eles as enfrentam através da amizade.
    Fiquei bem curiosa e espero adquiri-lo em breve...
    Um beijo!!

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  6. Oi tudo bem?
    Eu ainda não iniciei a leitura desse livro, mas é bom saber que foi uma leitura maravilhosa, além disso, concordo com vc os livros da editora saõ belissimos
    bjos

    ResponderExcluir
  7. Tenho esse livro na minha estante há meses e até agora não consegui lê-lo, acredita? Estou com muita vontade de enfiá-lo na frente de outros, mas a responsabilidade (e cadin de mágoa com uma certa editora) me fazem recuar e deixar surgir uma vaguinha pra ele, se ele se esforçar muito! huahuahuahua

    Gosto de livros com muitos detalhes, com muitas reflexões e que são difíceis de escrever sobre. Esses geralmente são os melhores!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.