| RESENHA #155 | DICAS DA IMENSIDÃO, MARGARET ATWOOD

ISBN-10: 8532529917
Título: Dicas da Imensidão
Autora: Margaret Atwood
Ano: 2017
Páginas: 240
Idioma: português
Editora: Rocco
Gênero: Contos / Crônicas / Literatura Estrangeira
Nota: 5/5
Livro cedido em parceria com a editora.
Sinopse: Aos 77 anos, ela é ativa nas redes sociais, onde frequentemente expõe suas opiniões sobre temas como feminismo, meio ambiente, política e economia, assuntos presentes também em toda a sua extensa obra literária. Nesta coletânea de contos protagonizados por personagens femininas marcantes que inaugura o novo projeto gráfico para a obra da escritora pela Rocco, assinado pelo ilustrador Laurindo Feliciano, a canadense Margaret Atwood mostra mais uma vez por que é uma das principais vozes da literatura em língua inglesa contemporânea. São dez narrativas em que a fauna humana se apresenta em toda a sua banalidade e excepcionalidade, em que situações inquietantes subitamente desestabilizam o cotidiano de pessoas comuns, iluminando o instante único capaz de moldar uma vida inteira. Manejando com extrema habilidade os sentimentos, desejos, as frustrações e memórias de suas personagens, a escritora conduz o leitor por uma teia de histórias que falam da beleza e do mistério da condição humana. Ponto forte: ganhadora do Man Booker Prize, entre outros prêmios de prestígio, autora transita entre o literário e o pop com propriedade e é uma voz relevante nas principais discussões da atualidade. Em janeiro, uma de suas obras mais importantes, O conto da Aia, ganha adaptação para TV com a atriz Elizabeth Moss, da série Mad Men.

Dicas de imensidão é um livro de contos escrito pela autora canadense Margaret Atwood, publicado originalmente em 1991 e que chegou ao Brasil em 2017, pela editora Rocco. Nesse livro, todos os contos são protagonizados por personagens femininas fortes, marcantes, em processo de emponderamento, outras emponderadas. São dez narrativas mostrando humanos em suas peculiaridades, essências, mostrando toda sua banalidade, além disso, os contos trazem situações inquietantes, conflituosas, que deixam o leitor muitas vezes com o gosto amargo.

Só de olhar para essa capa, eu consigo imaginar inúmeras coisas. A sensação de sentir essa ilustração, me deixou agoniada, não porque é monstruosa, mas porque é intensa, reveladora e cheia de nuances metafóricas sobre os contos que o livro traz. Em Dicas da imensidão, temos histórias de mulheres que passaram por tudo e mais ou um pouco. São dez contos que pegam e recuperam acontecimentos passados de suas protagonistas e os trazem para o presente, mostrando-nos o fim, as escolhas, chances perdidas, superações, entre outras coisas.

Não conhecia a autora, mas tive uma ótima primeira impressão. Livros de contos são mais rápidos de ler, mas sempre me incomodei com o fato de não conseguir me conectar com os personagens, visto que são sempre histórias breves ou fragmentos de uma história completa. No entanto, nesse livro, eu consegui me inserir e mergulhar de uma forma muito intensa e arrebatadora, na escrita e na mensagem de Margaret Atwood.

Uma das coisas que eu mais amei no livro é a diversidade de nossas protagonistas. Temos mulheres como irmãs que têm uma relação conturbada e complexa, porque dividem a cama do mesmo homem (mesmo ele sendo casado com apenas uma das duas), outra mulher de meia idade que decide ter um filho, mas que existe o conflito interno de não querer se tornar mãe, um mulher envelhecendo e lidando com isso e muito mais. Atwood explora a vulnerabilidade, traz discussões importantes sobre machismo, liberdade sexual, patriarcado, entre outros assuntos pertinentes e importantes para as mulheres.

A narrativa da autora é ágil, culta e maravilhosamente fluida. Não sei se é porque me inseri absurdamente nas histórias, mas a leitura foi tão rápida, que senti saudades quando cheguei ao final. Em cada conto, eu me envolvia e absorvia alguma lição, alguma mensagem. Senti a importância de cada tema, de cada reflexão e isso tornou a leitura rica e acolhedora. 

Em suma, Dicas da Imensidão é um livro que carrega as faces de nós mulheres e a diversidade. Discute temas importantes, que inclusive estão dentro da pauta feminista e nos mostra verdades que muitas vezes decidimos não enxergar sobre a sociedade, sobre a mulher, sobre feminilidade. Eu indico esse livro para TODAS, porque além de ser muito bem escrito, ainda passa uma mensagem importante, que bem, você só descobrirá lendo. 

16 comentários

  1. Ola
    Eu não conhecia esse título, mas parece ser interessante, especialmente pela discussão de temas importantes, ainda mais para nós, mulheres. Deve ser uma leitura ainda mais especial por conta das mensagens retratadas, o que nos faz nos sentir ainda mais envolvida né?! Adorei poder conferir suas impressões a respeito.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oi, Anne!
    Pelo que vejo é o tipo de livro que trás alguns assuntos polêmicos.
    Ver a perspectivas no ambiente de cada uma deve ser muito revelador. Confesso que eu passaria o olhar pelo livro e nem iria ler a sinopse ou se lesse iria passar batido para mim, mas fiquei bem curiosa.
    Vou adicionar a lista. Obrigada pela dica!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  3. A capa do livro já é uma lindeza e saber que é de contos, me deixa mais animada para conhecer, porque amo ler contos. Adorei saber que você se conectou bem com a escrita da autora e acho que ela deve possuir aquele tipo de narrativa que você se sente ate mais inteligente quando conclui a leitura.
    Quero elr!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oie! Tudo bem?

    Não é um livro que me faça a cabeça, principalmente sobre o tema. Por mais que eles sejam importantes hoje em dia, não consigo me agradar quando encontro em algum livro, por isso passo a dica, mas fico feliz que tenha gostado da leitura e gostei bastante da capa, ela é diferente!

    Bjss

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Eu não conhecia a obra, mas depois de ler essa sua resenha só me deixou a curiosidade de saber mais sobre o livro rsrsrs. Achei a capa muito linda e chama bastante a atenção. É Bo msaber que a escrita é ágil e fluida, assim facilita na hora da leitura. Até mais ver
    Bjks

    ResponderExcluir
  6. Olá Anelise, tudo bem?
    Não conhecia o livro e nem a autora, mas se visse numa livraria, com certeza pararia pra ler a sinopse porque a capa é bem diferente, chama atenção.
    Gostei da resenha e vou procurar saber mais.
    Beijos e seguindo aqui...

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Anelise!

    Tudo bem? Eu já conhecia o livro porque vi algumas pessoas falando maravilhosamente bem sobre e ele, sobre como a autora consegue prender o leitor. Pessoalmente eu adoro contos, principalmente quando estou de ressaca literária, eles me tiram dela muito mais rápido!

    Bom, o fato de termos essa diversidade de protagonistas que você mencionou me deixa ainda mais interessante e também gostei de saber que a narrativa é ótima, fluida e ágil.

    Beijinhos
    Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  8. Não curto livros de contos, na verdade não gosto de nenhum tipo de texto curto, principalmente pela dificuldade de envolvimento que tenho com eles, em parte pela falta de conexão com as personagens. Quando vi você falando que nesse livro isso não aconteceu até me animei, mas aí veio o parágrafo seguinte que falou de alguns conflitos das personagens e não consegui me sentir atraída pelas histórias, aí acabei perdendo o interesse novamente. Mas fico feliz que tenha gostado.

    ResponderExcluir
  9. Oiee, tudo bem?

    Gosto de contos e estes já me deixaram interessadas por serem escritos por mulheres que buscam o empoderamento das demais, vivemos em um tempo onde não podemos deixar nossa voz calada e através desse livro creio que foi passada uma mensagem importante!

    Bjs Jany

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, tenho que dizer que não gostei nenhum pouco dessa capa, e como eu não sou fã de contos eu também não consegui me apaixonar completamente por essa obra... Mesmo que se trate de personagens fortes, não sei... E a parte dos conflitos me desanimou ainda mais, então não acredito que irei querer ler essa obra. Mas fico feliz que você gostou e para quem gosta, pode ser uma excelente dica. Infelizmente não é para mim!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Ultimamente tenho lido bastante livros de contos, e me sinto exatamente como vocÊ falou, não consigo me conectar a nenhum personagem.
    Não conhecia nem o livro e nem a autora, mas achei interessante o fato de os personagens serem somente mulheres.
    Não entendo porque demorou tanto tempo para a obra ser traduzida e publicada no Brasil...

    ResponderExcluir
  12. Oie
    gente, que capa mais linda, adorei. E gostei muito da história no geral, não conhecia o livro e bateu uma grande curiosidade, ótima resenha

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oie!

    Não tenho o costume/gosto de ler contos, as vezes prefiro livros pequenos do que contos pois nos contos a história sempre parece ser muito corrida e não contar o que precisamos saber sobre as personagens sempre nos deixando um pouco com o pé atras.

    Enfim o livro não me chama a atenção por ser contos, mas parece que você gostou bastante da mensagem que ele quis passar o que parece ser o mais importante!

    Beijos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  14. A capa do livro é bastante misteriosa... Como você, senti realmente a imensidão que ela traz, a profundidade oculta...

    Por ser um livro de contos, não sei se me atrairia, mas só a capa já me conquista. Senti curiosidade sobre os contos que estão em seu interior, com temas que podem me atingir pela representatividade de algumas situações nas quais me encontro (como ter 31 anos e pensar se quero filhos ou não e como me sinto a respeito disso...)
    Já está na minha lista de desejos!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  15. O que é essa capa? Sinto que posso ficar horas olhando para ela, mas ainda assim não compreen der toda a imensidão e profundidade que ela traz.
    Gostei bastante do tema abordado, tão presente na nossa vida, mas tão ignorado ainda assim. Apesar de não ser fã de contos, pelo mesmo motivo que o seu, vou dar uma chance para o livro.
    Gostei bastante da sua resenha.
    Bjs, Mila

    http://esquadrao-literario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Eu não conhecia esse livro, mas ele parece ser sensacional, principalmente por ser contos e eu amooo livro de contos. O tema, trazendo as mulheres, seus dramas e tudo mais, eu achei maravilhoso e bem original, com toda certeza eu vou querer ler. Eu custei para me acostumar a esse tipo de história, justamente por ser rápida e nem dar tempo de apegar aos personagem, mas eu acabei me acostumando e hoje eu amo. Geralmente são leituras leves e bem fluidas, por isso sempre estão na minha lista e esse já vai para lá.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir