| RESENHA #104 | UM CASO PERDIDO (HOPELESS #1), COLLEEN HOOVER

quinta-feira, novembro 10, 2016

ISBN-10: 8501403946 
Título: Um Caso Perdido (Hopeless #1)
Autora: Colleen Hoover
Ano: 2014
Páginas: 384
Idioma: Português
Editora: Galera Record
Gênero: Drama, romance
Nota: 5/5

Sinopse: Às vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras. Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente. 

Apesar de ter lido inúmeras resenhas com críticas incríveis a respeito de outros livros da autora Colleen Hoover, ''Um caso perdido'' foi o primeiro em que li. Como estava de graça no KindleUnlimited resolvi dar uma chance a ele e, confesso que foi uma das minhas melhores leituras do ano.

Sky, a protagonista, possui dezessete anos e leva uma vida não tão convencional: sua mãe adotiva, Karen, não permite que a mesma tenha contato com qualquer tipo de tecnologia. Além disso, até então era educada em casa, ou seja, não frequentava escola como a grande maioria dos adolescentes de sua idade. Porém, com a ajuda de sua melhor amiga, Sky consegue fazer com que sua mãe abra uma exceção em nome de seu amadurecimento em suas relações interpessoais e é aí que se inicia um grande desafio.

''Às vezes precisamos escolher entre um monte de escolhas erradas, sem a possibilidade de nenhuma certa. Você simplesmente tem de decidir pela escolha que parece menos errada.''

Até então o plano de Sky era contar com Six em sua nova aventura, porém a mesma repentinamente resolve se mudar para outro continente temporariamente, para um intercâmbio, ou seja, ela se vê sozinha para enfrentar toda a brusca mudança. Teimosa, Sky não dá o braço a torcer, resolve enfrentar toda a situação que está por vir, mesmo que signifique que estará sozinha e um lugar que ela imagina ser como descrito em seus livros: cheio de adolescentes prontos para praticar a maldade.

Os dias se passam e Six continua a se acostumar com a sua rotina completamente diferente, agora sem sua melhor amiga e estudando em uma escola pública, que por sinal, apesar dos ataques de suas colegas de escola, consegue lidar de maneira assertiva e humorada. Porém, tudo isso acaba ficando para segundo plano desde que Sky conhece Dean Holder de uma maneira um tanto quanto inusitada: em um supermercado.

''Não sei como esse caso perdido conseguiu entrar na minha vida de forma tão astuta nessa semana, mas tenho certeza de que não quero que ele saia dela.''

Holder é um jovem tipicamente taxado como ''bad boy'', ríspido e, muitas vezes, com atitudes incompreensíveis. Dono de uma personalidade forte e que só seu passado pode ajudar o leitor a compreender um pouco. Porém, é exatamente isso que atrai Sky, que a faz se sentir de uma maneira que nenhum garoto antes havia feito, ou melhor, que a faz sentir algo.

Em meio a vários acontecimentos, Sky e Holder apaixonam-se. E, a partir disso, inicia-se um relacionamento longe de ser considerado normal, desde que não param de vir à tona mistérios que rondam o passado dos dois e, que vão interferir diretamente na relação dos dois, virando do avesso a vida de ambos.

''E mais uma vez, no meu mundo cheio de mágoas e mentiras, esse caso perdido encontra uma maneira de me fazer sorrir.''

Os personagens são bem construídos, realistas e com uma boa pitada de bom humor. Além disso, a autora consegue mexer muito bem com a nossa imaginação, apresentando uma facilidade gigantesca em suas descrições, mas ainda assim, sem tornar a leitura carregada e apresentar detalhes desnecessários.

Em relação a capa, confesso não ter me agradado muito, desde que a modelo da foto não chega nem perto da Sky em que criei na minha mente. Porém, fora isso, gostei bastante da representação do céu e do fato de terem mantido o título original, ''Hopeless'', que possui uma ligação fundamental com o livro.

Gostaria de falar mais sobre o livro, porém fico receosa em soltar alguns spoilers. Mas queria ressaltar que, durante o livro a autora, Colleen Hoover, aborda uma temática de extrema importância, na qual não posso citar. ''Um caso perdido'' prova que livros podem nos render reflexões ao abordar assuntos importantes, já que é impossível terminar este livro da mesma maneira em que quando o começou.

21 comentários:



  1. Olá Anelise. Eu já li esse livro faz um tempinho. Lendo a resenha, senti vontade de relê-lo, a estoria é bem construida, as personagens são bem trabalhados, enfim é um livro que vale muito a pena ler. Adorei o visual novo do blog, ficou belíssimo, moderno. Abraços!

    www.marcasliterarias.com.br


    ResponderExcluir
  2. Olá
    Sou bem suspeita para comentar sobre a autora e seus livros. Não tem nenhum que eu li que não tenha dado como favorito. Adorei poder conferir suas considerações a respeito, especialmente por ser um título tão especial. Gosto muito dos personagens e concordo plenamente com a representação do título. Sobre a capa, eu acho bem bonita..

    Beijos, Fer
    Www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Assim como você também já tinha lido resenhas que falavam o quanto esse livro era emocionante e etc, eu comecei a ler mas parei bem no comecinho, não sei o porquê. Acredito que tenha ficado com medo de minhas expectativas que estavam altíssimas não serem atingidas. Estou muito curiosa em relação ao que vai acontecer que vai mudar a vida da Sky assim. Acho que vou retomar a leitura em breve.
    Ótima resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá, a Coolen prova cada dia mais que é dotada de um grande talento. Não esperava outra coisa senão elogios a escrita dela mesmo ela tendo livros que não gostei. Sim, não gostei do métrica. Esse ainda está em minha lista eterna de livros para ler e espero não me decepcionar. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Mari,
    Esse livro da Co-Ho é maravilhoso, pois ele foi forte e impactante. O que aconteceu com os personagens e a forma mágica como suas vidas estão entrelaçadas me emociona só de lembrar.
    Como você disse, os personagens são extremamente bem construídos nesse livro e são humanos, foi muito normal imaginá-los como pessoas ao meu lado.
    Muita coisa sobre esse livro pode ser spoiler e pode estragar a leitura, mas sua resenha ficou totalmente livre desse mal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Gente, tô achando que a Colleen é o novo Nicholas Sparks, vira e mexe tem livro novo dela que não conheço e esse é um deles.
    Eu já sou curiosa pra ler algo dela, e esse já entrou pra lista, a premissa é bem interessante e adorei saber que os personagens são bem construídos.
    Pelo que li de outros livros dela, ela sempre aborda assuntos importantes, tô curiosa pra saber qual é desse.

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  7. Olá!! :)

    Era impossível não conhecer a duologia, mas quero ler alguma da autora, ainda que não goste muito da pegada hot e NA.. :)

    Mas ainda bem que gostaste! A caoa também não me agrada, como a ti. Mas e ótimo quando a autora consegue estimular a nossa imaginação! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conoforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho muita curiosidade com esse livor, a capa já é bem instigante, assim como a sinopse. Mas até hoje eu sabia muito pouco sobre ele, gostei de ler a sua resenha e poder conhecer um pouco mais sobre a obra. É bom falar menos do que falar demais e soltar algum spoiler, fiquei ainda mais curiosa depois de ver a sua opinião.

    ResponderExcluir
  9. Oi! Estou precisando pegar algum livro da autora, pois não li nada dela ainda. O enredo não parece ter nada de novo, mesmo assim me interessei por ele. A Sky foi corajosa em enfrentar sozinha estas descobertas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi Mari
    Eu também ainda não li nenhum livro dela e quero ler.
    Adorei seu post
    Este livro já estava na lista e agora fiquei com mais vontade ainda de ler!
    Bjks mil

    www.maeliteratura.com

    ResponderExcluir
  11. Helloo, tudo numa nice?!
    Bem, quando eu li esse livro da autora já tinha lido outros antes dela. Não gostei tanto de Hopeless apesar de eu achar genial a sacada do nome e de gostar da maneira que a CoHo escreve, cheia de sentimentos de modo que nos faz sentir todas as coisas como se estivéssemos na estória. Eu não curti muito a obra, mas quem gosta da autora vale muito a pena.
    Beijin...

    ResponderExcluir
  12. Já faz um tempo que li esse livro e lembro claramente dele por ter gostado tanto. Aliás, amo todos os livros dessa autora, cada um tem sua característica é encantamento. Mas sobre Um Caso Perdido, ele realmente me envolveu, me levou para dentro da história, mexeu com minhas estruturas, é um dos meus preferidos preferidos.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  13. Oi Mari, acredita que eu nunca li um livro da autora também? Fico feliz que sua primeira experiência com a autora tenha sido tão boa e uma das suas melhores leituras desse ano. Achei o enredo bem interessante e curiosa para saber o porquê a mãe da Sky a criava nessa redoma de vidro. E claro parece ter um romance bem fofo também.... bjs

    ResponderExcluir
  14. Não curto muito capas com rosto porque prejudicam nossa imaginação hahaha, então te entendo. Sobre a premissa, curti bastante, parece o típico clichê entre mocinha e bad boy, então não tem como não gostar e a história não ser boa. Gostei bastante também da sua resenha, ficou bem escrita e soube descrever bem a história para os leitores!

    ResponderExcluir
  15. Oii!!
    Eu já tinha ouvido falar sobre esse livro, e também sobre a capa kkk que muita gente também não gostou. Queria entender melhor o motivo da Sky ter sido criada pela mãe tão cheia de cuidados assim. Confesso que depois de ler sua resenha, minha curiosidade aumentou para conhecer melhor a história. E claro, como será essa relação da Sky com Holder kkk.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Diferente de você eu ja li alguns livros da autora e gostei bastante deles, por isso sempre fico animada com algum outro livro dela. Esse eu ainda nao tive oportunidade de ler, mas pretendo e ler sua resenha agora só me animou ainda mais. Fiquei muito curiosa para saber qual o assunto importante que e abordado nesse livro.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  17. Oi Mari!
    Eu AMO esse livro. Li ano passado e virou facilmente um dos meus preferidos.
    Gosto muito da escrita da Colleen Hoover e o jeito que ela cria a narrativa é magnífica!
    O tema abortado nele é bem pesado mas que muitas pessoas infelizmente já passaram. Além de ter uma reviravolta atrás de outra.
    Concordo com você, a capa não é muito bonita. Além de não ter muito haver com a protagonista a menina da capa, parece mais que ela tá morta, rsrs. Mas adorei ver que eles deixaram o título igual do original - faz total sentido com a história.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/11/resenha-quarenta-dias-sem-sombra.html

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Recentemente tive a primeira expriência com a autora e foi extremamente positiva, então é claro que fiquei morrendo de vontade de ler essa obra também. A narrativa de Collen é tão fácil mesmo que imagino essa fluídez de detalhes, sem falar nisso que você não quis nos falar que se trata de um spoiler, que fiquei morrendo de curiosidade hahaha
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Oii, tudo bem?
    Ainda não li nenhum livro dessa autora, mas ouço muita gente falando muito bem. Eu gostei bastante da premissa dele na resenha e já esta na minha lista de leituras e certamente o lerei.
    Amei o post, parabéns pelo blog maravilhoso.
    Abraços Mary do blog Leituras da Mary

    ResponderExcluir
  20. Já li quase todos os livros da autora publicados por aqui, falta só o último que saiu, e esse também foi o primeiro que li e até hoje é o meu preferido. Fiquei chocada com tudo o que acontece, e realmente é difícil falar muita coisa sobre ele sem soltar spoilers. Fiquei mega feliz por não terem mudado o título quando entendi o porquê dele, tem mesmo uma ligação fundamental com a obra. Amo livros que causam reflexões e todos os da Colleen fazem isso de alguma maneira.

    ResponderExcluir
  21. Olá, eu só vejo ótimas resenhas sobre os livros da coleen hoover, estou começando a achar um pecado eu não ter lido nada dela ainda, mesmo sendo new adult que é um gênero que não me agrada muito, os livros dela parecem ser diferentes da maioria, não parece ser APENAS um romancezinho com um bad boy com bastante cena hot, ele parece trazer algo a mais, assuntos serios

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.