| RESENHA #101 | EU ESTOU AQUI, CLÉLIE AVIT

quarta-feira, novembro 02, 2016
 ISBN-10: 8568432743 
 Título: Eu Estou Aqui
 Autora: Clélie Avit
 Ano: 2016
 Páginas: 288
 Idioma: português 
 Editora: Fábrica 231
 Gênero: Romance, ficção
 Nota: 4/5
 Livro cedido em parceria com a editora.
 Sinopse: No cenário frio e asséptico de um hospital surge a paixão entre Elsa, uma montanhista em coma há cinco meses depois de cair durante uma escalada, e Thibault, que se refugia no quarto da moça, por não querer visitar o irmão, o motorista bêbado que causou a morte de duas adolescentes num acidente automobilístico. Delicadamente composto, o romance mostra o envolvimento gradual entre dois personagens cuja comunicação se dá instintivamente. Enquanto Thibault pode conversar e incentivar Elsa a retomar o domínio de suas ações, a jovem ouve, percebe e sente toques em seu corpo, mas não tem como comunicar seus desejos e anseios. Os dois passam a se conhecer tanto pelo que transmitem um ao outro – Thibault em suas confidências, Elsa tentando demonstrar que corresponde a seus estímulos – quanto pelo que os amigos da montanhista comentam a respeito do rapaz ou falam a ele sobre Elsa. Junto da moça em coma, Thibault sente-se tranquilo e protegido da revolta contra o irmão, internado em estado grave no mesmo hospital. Elsa, embora cercada pela família e por amigos, se entusiasma com a ousadia de Thibault, que não se acanha em beijá-la. E quando os parentes discutem a possibilidade de desligar os aparelhos que a mantêm viva, é com ele que Elsa conta para lutar por sua própria sobrevivência.  Narrado em primeira pessoa, alternando os relatos dos dois protagonistas, Clélie Avit consegue abordar problemas universais e atuais, como eutanásia, violência no trânsito e alcoolismo. As novas famílias urbanas também se superpõem aos laços biológicos. Thibault acompanha a mãe ao hospital, mas se recusa a enfrentar a situação do irmão, à beira da morte por um desastre causado por irresponsabilidade.

Recebi esse livro em parceria com a Editora Rocco e assim que soube sobre o que ele se tratava, fiquei instigada e muito curiosa. "Eu estou aqui" conta a história de Elsa e Thibault, duas pessoas desconhecidas até o momento que o destino resolve agir. O irmão de Thibault está no hospital, pois enquanto dirigia alcoolizado, atropelou e matou duas garotas de 14 anos. Thibault não queria vê-lo ou visitá-lo, mas por insistência da família, acaba indo ao hospital, mas em vez de entrar no quarto do irmão, Thibault encontra um quarto com cheiro de flores, silencioso e perfeito para ficar quieto e até mesmo tirar um cochilo. Todavia, Thibault não esperava encontrar uma mulher, deitada naquela cama, em coma. 

Elsa é uma mulher de 29 anos que sofreu um acidente de trabalho enquanto estava na Montanha, ela amava as montanhas e aquilo para ela era tudo. Há 5 meses ela está em coma e as chances de despertar são muito pequenas. Mas como já falado, pessoas com coma são capazes de ouvir o que acontece a sua volta, e quando Thibault entra no quarto de Elsa, ela logo o percebe. Quem seria aquele desconhecido? Thibault, logo descobre um pouco sobre a desconhecida que estava a sua frente e, de uma forma estranha e confusa, passa a visitá-la mais vezes, criando um laço intenso entre os dois, uma conexão diferente, um sentimento diferente. 

Mas o que estou sentindo hoje é um medo que me devora por dentro. Não tenho o menor domínio sobre ele, nenhum meio de escondê-lo atrás de alguma outra emoção. Estou na expectativa, e essa expectativa é interminável. " Elsa, pág. 260.

Só lendo a sinopse, nós já temos uma noção da sensibilidade que esse livro carrega. Particularmente, eu sinto que o coma é um assunto muito delicado e que muitas pessoas não entendem bem como funciona, o que é, e até questionam se realmente as pessoas podem ouvir tudo. Quando trazido para a literatura, no caso de Eu Estou aqui, temos uma forma mais romantizada e sensível e acho que a mensagem é bem clara e bonita. 

Angústia. 
Eu me senti totalmente angustiada em boa parte da leitura. Narrado em primeira pessoa, alternando entre Thibault e Elsa, vamos conhecendo as duas versões da história. As duas visões. A dele e a dela. Eu me senti angustiada, porque Elsa escutava tudo e não podia se mover, não podia falar, não podia simplesmente dizer que ainda estava ali, que ainda estava lutando por sua vida. 

O desenvolvimento do romance é bem bonito e delicado. Thibault é um grande personagem, um grande homem e, ao conhecer sua história, pude ficar encantada. Elsa também é uma personagem incrível e muito cativante, estar dentro de sua cabeça foi uma experiência incrível como leitora, acho que consegui sentir boa parte do que ela queria passar. A construção de toda a história é muito interessante, a autora não usa de apelo emocional, mas constrói muito bem a intensidade do livro e emociona nos momentos certos. 

Minhas lágrimas derradeiras correm sobre meu sorriso. Sinto, então, certo calor em meus dedos e baixo os olhos para eles. Aperto os lábios ao descobrir que é o braço de Elsa que estou acariciando. Preciso me acalmar. Não, eu estou calmo! Preciso mesmo é raciocinar. Julien tem toda a razão. Estou amando uma garota em coma. Neste momento, isso parece ser a coisa mais sadia que poderia ter me acontecido." 

O romance é muito sutil e não tem nada de absurdo. Apesar deles se apaixonaram de forma mais rápida, a intensidade, a forma de conexão estabelecida neste ambiente hostil que é o hospital, tudo é completamente compreensível e amável. Temos alguns planos de fundo, como a família com a decisão de desligar os aparelhos e de outro lado a vida de Thibault acontecendo e ele se apaixonando por uma pessoa que ele nem sabia se um dia iria acordar.

O enrendo de "Eu Estou Aqui" é simples, ágil e muito bem elaborado e escrito. Se tivesse mais 200 páginas, eu continuaria lendo e devorando, pois a leitura foi simplesmente cativante. A diagramação do livro está ótima, não encontrei nenhum erro gramatical ou de revisão. A capa do livro transpassa exatamente a sensibilidade do tema que o livro carrega. 

Clélie Avit criou uma história emocionante, mas simples. Nos deu o prazer de conhecer a mente de uma personagem em coma e nos apaixonarmos por ela. Fiquei extremamente contente com o final e queria muito uma continuação da história, pois me apeguei aos personagens. Eu indico esse livro para todos aqueles que buscam uma leitura fluída e emocionante. 

25 comentários:

  1. oi tudo bem?

    que romance lindo, não conhecia a obra, mas adoro ler livros com esse tema, essa sensibilidade. vou anotar a dica. adorei a resenha beijos

    Taynara Mello | Indicar livros
    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Uau! Que resenha show Anelise. Parabéns. Nossa, a estória desse livro é simplesmente maravilhosa e diferente de tudo que eu já li. Parece um livro muito delicado, sensível e, ao mesmo tempo mostra a força dos personagens. Muito bom, procurarei lê-lo, com toda certeza irei amar essa leitura. A capa é bonita por demais e bastante atrativa. Abraços!

    www.marcasliterarias.com.br

    ResponderExcluir
  3. Estava bem curiosa para ler alguma resenha desse livro, a sinopse realmente já demonstra a delicadeza da história. Imagino o quão difícil deve ser deixar os personagens irem, provavelmente acontecerá o mesmo comigo, pois é certeza que irei me apaixonar por essa história.
    Bjim!.
    Tammy

    ResponderExcluir
  4. Se o livro te fez ficar angustiada já vale a pena ser lido. Acredito que os livros bons de verdade são aqueles que causam fortes sensações em nós, sejam boas ou ruins. Por mais que o romance seja sutil, imagino como deve ter sido bom ler, pelo desenvolvimento impecável. Eu não daria nada por esse livro, mas fiquei feliz em saber que tem um grande potencial.
    um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Acho que esse livro está me chamando. Só não comprei ele ainda porque estou evitando livros com essa carga de sensibilidade e angustiante como você relatou. Mas fora essa barreira tenho certeza que é uma leitura incrível. Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Anne, já li outra resenha desse livro e fiquei muito intrigada. Imagina você ter capacidade de ouvir tudo ao seu redor e não poder reagir? Ainda mais sabe que você está em coma e poderá ser "desligada" a qualquer momento? Vou ler com certeza, quero saber qual é o final surpreendente! Abraços

    ResponderExcluir
  7. oie, adoro leituras que emocionam e por isso ando com vontade de ler esse livro. Parece realmente uma obra cheia de sensibilidade e adorei saber que não tem um romance exagerado e a autora nos emociona sem forçar o drama. também acho o coma uma temática interessante.

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Eu já conhecia o lançamento, mas eu ainda não tinha lido resenhas sobre a obra. Confesso que fiquei bem satisfeito, priscipalmente pelo fato que você disse que mesmo os tivesse +200 páginas você continuaria lendo sem problema algum, afinal, escritas cativantes são sempre legais. Quanto a capa, eu achei muito linda, assim como todas as capas do selo! Espero poder ler a obra em breve, até mais vê
    Abçs

    ResponderExcluir
  9. Esse livro tem uma sinopse de tirar o fôlego. Achei super interessante. Não conheço o livro, mas pela sua resenha parece ser muito interessante e envolvente :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu tinha lido uma resenha por aí e confesso que apesar da resenha também falar das fortes emoções que o livro causa, não dei muita importância. Só que agora juntando as duas me instigou. Vou anotar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Eu ainda não li o livro mas só a sinopse e a capa já me passam muito do que eu vou encontrar pela frente. Gostei bastante da sua resenha e da maneira como você falou da obra, pude perceber que é uma leitura profunda e carregada de fortes sentimentos. Eu acho que vou gostar do livro mas tenho a impressão de que algumas lágrimas vão cair no final.

    ResponderExcluir
  12. Olha, esse não é nem de longe meu gênero literário preferido, mas o plot desse livro é muito massa. Eu confesso que não me lembro de ter visto algo parecido, e isso me surpreendeu. E aí tá o ponto, eu gosto de ser surpreendida, isso me atrai demais na escolha das minhas leituras. Amei a dica.

    ;D
    Nelmaiana Oliveira

    ResponderExcluir
  13. Oi Anne,
    Cada resenha que eu leio desse livro mais eu me encanto por ele. Ele me lembrou muito um filme que não lembro o nome, só que no filme eles conseguiam se comunicar e era uma comédia. Essa obra parece ter uma carga dramática mais forte e talvez até uma trama mais cativante. É um livro que eu quero muito ler. A sua resenha está excelente!
    Beijos
    Conversas de Alcova ♥

    ResponderExcluir
  14. Oie...
    Desde que a Rocco lançou esse livro eu estou simplesmente louca pra ler! Gosto muito de livros sensiveis assim e tenho certeza que irei me emocionar muito durante a leitura. Já li outros livros em que o personagem está em coma, e lembro que tive uma ressaca literária daquelas rsrs... Tenho certeza que irá se repetir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Esse foi um livro que me encantou muito! Também me senti angustiada em boa parta da narrativa, principalmente da Elsa. Que triste ela ter todos aqueles pensamentos e sensações dentro dela, sem poder compartilhar.
    Thibault foi um personagem bem marcante também, aquele final com a família dele me partiu o coração! :(
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  16. Oi! Eu simplesmente amei a sua resenha, sem demagogia, esse é o tipo de leitura que você não dá nada por ela e de repente ela vem e te joga na parede e ainda te dá um tapa na cara! uahuahuah
    Eu mais do que de pressa vou procurar por esse livro, pois é um que eu leria devorando em um dia, tenho certeza, e o modo como você nos conta suas impressões me deixa angustiada, também, mas não por conta da situação do personagem, e sim para poder ler logo!
    Obrigada pela dica, está mais do que anotada!
    Bjks

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Não sou o maior fã de livors de romance por isso fiquei bem receioso quando comecei a ler sua resenha e ao chegar ao fim pude constatar que realmente não é o que eu gosto de ler. Contudo, não deixa de ser um livro para indicar a amigas que gostam.

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Gente... que história diferente! Um romance aparentemente impossível, mas que parece, pela sua resenha, ser delicado e verdadeiro. Me interessei muito pela história, mas tenho que confessar que não foi pelo romance e sim pelo pano de fundo. Um livro que trata de eutanásia, alcoolismo e violência no trânsito e ainda traz um romance para sensibilizar o leitor precisa ser lido. Com certeza essa será uma leitura futura.
    Abs parabéns pela resenha e obrigada pela dica ^^

    ResponderExcluir
  19. Primeira vez que li uma resenha motivadora essa noite sobre luta! Thibault é um homem que merece aplausos e sem dúvida só o fato dele s envolver com uma desconhecida já se torna curioso o desenrolar do enredo! Vou verificar se tem o livro na Saraiva para comprá-lo.

    ResponderExcluir
  20. Olá Anne,
    Esse livro está na listinha desde o lançamento. Adorei conhecer sua opinião e, pelo que li, o sentimento de angústia deve definir muito bem essa história. Imagino como deve ser ler sobre o que a pessoa ouve, mas que ela não pode fazer nada. Tenho a impressão que esse livor mexerá muito comigo.
    Sempre me perguntei, principalmente por querer cursar medicina, se uma pessoa em coma poderia ouvir e mesmo sendo algo ficcional, fico contente por alguém ter pensado isso também.
    Dica mega anotada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. A capa desse livro ficou linda, e o título chama muita a atenção
    Gosto de obras que passam a mensagem sobre o coma, mesmo que romantizem essa parte e alguns autores até transformem isso em um escape para um enredo mais sensível e dramático.
    Te entendo em algumas partes, também fico incomodada com alguns romances um poucos rápidos e tenho uma relação de amor e ódio com livros que são envolventes e curtos, deixando o leitor com saudade e sempre querendo mais.

    ResponderExcluir
  22. Oieee, eu também ficaria angustiado e confuso com todo esse enredo. Foi muito bem construído, a ideia de trazer duas visões do mesmo acontecimento tem funcionado muito bem, e esse amor diferente do que temos visto, é um ponto muito forte do livro.

    ResponderExcluir
  23. Que livro incrível! Adorei essa ideia de uma personagem em coma narrando as suas percepções dos fatos. Acredito que se trate de uma leitura muito emocionante, eu já estou cativada pelo livro. Já foi para a lista.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  24. Oi Ane, tudo bem?
    Eu já tinha ouvido falar muito bem desse livro e ver que você gostou também me anima bastante. Fiquei intrigada com a trama e parece ser muito envolvente mesmo, fiquei curiosa para conhecer mais dos personagens e da história, pois é bem o tipo de livro que me agrada. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  25. Olá, tudo bem? Adorei o livro também, alguém sabe se terá continuação?

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.