| RESENHA #92 | DEZ FORMAS DE FAZER UM CORAÇÃO SE DERRETER, SARAH MACLEAN

 ISBN-10: 8580415292
 Série: Os números do amor #2
 Título: Dez Formas de fazer um coração se derreter 
 Autora: Sarah MacLean
 Ano: 2016
 Páginas: 352
 Idioma: português 
 Editora: Arqueiro
 Gênero: Romance histórico
 Nota:  
 Livro cedido em parceria com a editora. 

Sinopse: Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família. Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou. Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade. Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor. 

A série Números do Amor, escrito pela autora Sarah MacLean, é um fenômeno no gênero de romance de época. Em seu primeiro volume “Dez regras a ignorar antes de se apaixonar”, Sarah apostou numa protagonista diferente e muito determinada e um marquês muito interessante. Em Dez formas de fazer um coração se derreter, a autora usou do mesmo artifício, mas foi extremamente original na posição da protagonista, Isabel, a filha de um conde com a reputação muito duvidosa.

Em dez formas de fazer um coração se derreter, conhecemos Isabel, uma jovem que vive no condado de Yorkshire, no norte da Inglaterra. Isabel praticamente se criou sozinha, já que seu pai era um apostador e viciado em jogos, apostando inclusive a filha como prêmio. A mãe de Isabel não aguentou por muito tempo toda a infelicidade e acabou morrendo. Deixando a filha sem debutar e seu pequeno filho, o novo conde (com menos idade do que posso contar).

Isabel começou a abrigar mulheres que não tinham mais para onde ir, que estavam fugindo de seus maridos abusivos, de condições precárias e de julgamentos da sociedade. Foi então que se criou a Casa de Minerva, uma espécie de abrigo para mulheres em situações de risco. E Isabel, era a mentora de todas.

De outro lado, temos Nicolas St. John, o outo gêmeo. Nick sempre foi contra casamentos sem propósito e sempre teve uma queda por mulheres indefesas e em situações de risco. Nesse volume, conhecemos mais sobre seu passado aventureiro. Seu amigo Leighton pediu ajuda para encontrar a irmã que fugiu e a única pista que ele tem é de que ela foi para o Norte. Junto com seu amigo Rock, Nick vai em busca de Georgiana, o que ele não espera é encontrar a mulher de sua vida.

Eu sempre amei romances de época, pois me fazem voltar no tempo, mesmo que indiretamente, e aprender um pouco sobre a cultura da época. Confesso que ultimamente os romances que tenho lido, tem tido a mesma fórmula de narrativa, mas em Dez formas de fazer um coração se derreter, temos um plot totalmente diferente do que já vi.

"O sussurro, sombrio e tentador, deu-lhe a coragem para olhar para ele. Os olhos de Nick estavam escuros demais para distinguir sua cor sob aquela luz fraca, mas ela podia ler seus pensamentos. - Porque eu também o quero. " Capítulo 13 - Pág. 214.

Para as convenções da época, uma mulher jamais poderia fazer o que Isabel fez, abrigar mulheres fugitivas. Mas a nossa protagonista sendo altruísta do jeito que é, fez um ótimo trabalho e deu uma nova vida àquelas mulheres que a procuraram. Vi alguns julgamentos sobre a personagem que me incomodaram terrivelmente. Dizendo que Isabel era uma personagem que fazia muito drama, muito charminho para se entregar ao Nick, mas confesso que o que eu enxerguei, foi uma mulher que sofreu com todos os homens que conheceu e que tinha um propósito de vida além de se casar e ter uma família. Não seria fácil abandonar tudo o que construiu e todos os muros em volta de seu coração, para se entregar a uma paixão.

Quando o caminho de Nick e Isabel se cruzam não há onde se esconder. Isabel carrega o segredo da Casa de Minerva e Nick está ali justamente para levar uma das mulheres embora. Eu poderia falar mais sobre a história, mas acho que vale a pena ir descobrindo por si mesmo.

O que eu ressalto, é que a narrativa é fluida e corre bem. A autora trabalha com o começo, meio e fim de uma forma bem coerente e centrada e em nenhum momento os personagens fogem de suas personalidades para fazer algo absurdo. A construção do clímax da história também, particularmente, foi feita de uma maneira muito interessante, deixando o leitor instigado e ansioso para que o romance acontecesse de fato.

O que tenho mais gostado dos romances de época da autora, é sua facilidade em escrever cenas quentes, sem forçar a barra. A autora busca explorar a sexualidade de suas protagonistas, as colocando em foco e não destinando toda a diversão aos protagonistas homens.

Em suma, esse é um livro encantador a sua maneira. Ainda prefiro o primeiro livro, mas não descarto a paixão que senti pelo Nick e como adorei a força que Isabel tem. O desenrolar do romance é leve e me agradou muito. É um livro ótimo para quem procura romances leves, divertidos e bem escritos. 

16 comentários

  1. Olá
    Não tenho duvidas de que esse seja um livro encantador, ainda mais porque já conheço a escrita da autora, e quero muito poder começar a acompanhar essa série logo. Romances de época é um dos meus gêneros favoritos, e fico bem curiosa diante desses personagens que você destacou. Acho legal essa questão de colocar cenas mais quentes, mas sem forçar a barra, dá uma diferenciada né?!
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Já posso começar a te chamar de a louca dos romances de época? Hahaha Diz que sim! Não é meu gênero favorito, para falar a verdade o meu livro favorito da vida é um romance de época, mas só ele conseguiu conquistar meu coração de uma forma tão especial até hoje. Jane Austen faz milagres, não é mesmo? <3 Mas eu estou começando a rever meus conceitos por conta dessas suas resenhas maravilhosas <3 Um beijo : *

    www.fleurdelune.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá. Tenho gostado cada vez mais de romances históricos e essa é uma série que eu venho ficado cada vez mais curiosa. Eu gostei de suas colocações e principalmente quando falou que tem uma leitura fluida. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Acho os nomes dos livros desta série mega parecidos com aqueles livros de auto ajuda, bem no estilo charlatão... rs Não li o primeiro volume, mas gostei de você falar que as cenas sensuais não são forçadas. Já estou apaixonada pelo Nick e espero apreciar a leitura tanto ou mais que você.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Estou louca para começar essa série. Adoro romances de época e os livros dessa série tem sido muito bem comentados.
    Acho que em relação as cenas mais sensuais esse gênero traz mais leveza. Até mesmo os Romances de época eróticos da Sylvia Day, acho mais amenos que os contemporâneos.
    No caso dessa série da Sarah acho que as mocinhas ainda são mais diferente que em alguns como da Julia Quinn. Nesses elas parecem mais "fora dos padrões" e adoro isso.
    Acho as capas dessa série, mas a do primeiro livro ainda é minha predileta.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Eu não sou muito fã de romances de epoca/histórico, mas sempre que posso eu leio, tanto que solicitei o livro um dessa série, que chegou hoje por aqui. Ainda não li, mas pelas críticas que li, vejo que irei amar de mais. Essa é a primeira resenha que li da sua sequência e já gostei de mais. Saber que a autora tem facilidade em escrever as senas hots me deixou bem curioso para ler o livro logo. Adorei as capas dos livros 1 e 2, mas a última capa achei bem feia. Até mais vê
    Bjks

    ResponderExcluir
  7. Adorei a parte que diz que a autora escreve cenas quentes sem forçar a barra e isso é ótimo porque adorei o primeiro livro e espero que este também seja bom apesar de ouvir algumas pessoas dizer que não gostaram tanto. Mas eu gostei da premissa já que está na minha lista de leituras e acho que vou gostar da história.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  8. OI!!

    EU ainda não conheço a escrita da autora e assim como você tenho uma queda por romances históricos. A protagonista é bem obstinada e o fato de lutar por alguma coisa já é possível ver que ela foge do padrão. Em relação a conceitos diferentes, como o fato de críticas para Isabel isso é muito particular, gostos são diferente e pensamento também, o que acaba influenciando na leitura. Enfim, obrigada pela dica. Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oie
    Tudo bem?
    Então em tenho a versão digital do livro 1 dessa serie ainda não li mesmo tendo visto inúmeras resenhas positivas quando eu vi o lançamento do segundo a vontade aumentou. Eu tenho amado livros de época por incrivel que pareça é onde tenho encontrado as personagens femininas mais fortes e isso é uma das coisas que sempre gosto nos livros.
    Amei a resenha
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem? Eu não gosto de romance de época e por mais interessante que a premissa desse livro seja não é um gênero pelo qual eu me sinta atraída para ler. Mas para quem gosta do gênero vai ser um prato cheio começar mais uma série dessa autora que pelas resenhas que vejo é bem conceituada.
    Bj

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Acho muito legal a autora ter utilizado o mesmo artifício que do livro anterior e, ainda assim, ter sido algo inovador e bem trabalhado.
    Gostei de saber como a Isabel é, pois sua infância não deve ter sido fácil e isso me deixou um pouco - confesso - com o coração na mão. Mas, pelo que pude notar, ela não é aquele tipo de personagem que fica se remoendo pelos acontecimentos, ela quer fazer a diferença e o fez criando esse abrigo.
    Estou me perguntando como o envolvimento se dá e o que vou achar da escrita da autora, pois é um gênero que me encanta.
    Anotei a dica com certeza.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  12. Olá! Sou a louca dos romances de época e acabei de ler este hahaha realmente não tem como bater o primeiro, mas o Nick é só amor <3 e concordo plenamente, o plot é muito original, achei muito legal! Beijos

    Luana

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Eu li o livro anterior da série e fiquei apaixonada, logo não vejo a hora dr ler esse kkkk Bom, fiquei bem feliz em ler sua resenha, porque estava com receio de não gostar da leitura por causa de alguns comentários que vi, mas acredito que vou gostar. Achei muito bacana essa coisa da Casa de Minerva, novamente a autora traz uma personagem feminina forte e diferente da época, né? Ainda não sei se vou gostar da protagonista, só lendo para entender ela. Enfim, gostei muito da sua resenha e espero gostar do livro também.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  14. Oie!
    É impossível não me apaixonar pelos romances de época. Cada volume traz uma história linda e envolvente, onde não conseguimos parar a leitura. Eu ainda não fiz a leitura desse volume, mas estou bem curiosa para conferir.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  15. Olá, até estava gostando da escrita da autora, mas ai chega ao ponto de cenas quentes, sexualidade e tal, que não gosto muito. Também sou fã de romances de época, ainda mais quando personagens furam regras de convivência da época.

    ResponderExcluir
  16. Eu tenho o primeiro livro da série, mas ainda não pude ler.
    Os desenvolvimentos dos romances de época são quase sempre os mesmos, seguem sempre o mesmo caminho, mas eu amo de paixão! E o que eu mais amo são as mocinhas fortes e independentes. Já amei a Isabel e amei ainda mais saber que ela ajuda mulheres necessitadas! Tenho certeza que vou amar o livro!

    ResponderExcluir