| RESENHA #75 | A GAROTA DO CALENDÁRIO #3: MARÇO, AUDREY CARLAN

quarta-feira, agosto 31, 2016
 ISBN-10: 8576865181
 Título: A Garota do Calendário #3: Março
 Autora: Audrey Carlan
 Ano: 2016 
 Páginas: 144
 Idioma: português 
 Editora: Verus
 Gênero: Romance, New Adult
 Livro cedido em parceria com a editora.

Sinopse: Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva.

Desde que decidi que iria acompanhar esse série, me propus a ser mente aberta a estilos de narrativa diferentes das quais estou acostumada. Sempre soube que era um livro sem uma pretensão grandiosa ou um enredo complicado e sim que era uma leitura leve e tranquila. Confesso que o mês de janeiro foi o que mais me marcou devido ao Wes, ele é o meu preferido até agora e eu senti uma certa relutância em aceitar os novos clientes da Mia, mas fui enganada ao me deparar com o mês de Março.

Neste mês, Mia vai para Chicago para atender ao cliente Anthony Fasano, um empresário que precisa de uma noiva de mentira. Mia não entende os motivos desse homem tão maravilhoso precisar de alguém que finja ser noiva dele, mas depois que ela descobre tudo, ela entende...

A resenha desse livro é muito difícil de fazer, pois eu não quero entregar nada do que acontece, porque foi uma surpresa maravilhosa para mim e quero que seja para vocês. Eu imaginava que a Audrey poderia colocar coisas do tipo dentro da história, já que ela explora a sexualidade, as diferenças, entre outras coisas, mas não esperava que fosse tão legal assim.

"Nunca vai ser o momento certo para magoar alguém - Tony fez uma careta e coloquei a mão em seu coração. - Mas, quando acontecer, vai ser para sempre. Você não vai mais se preocupar com isso. Vai seguir em frente. Todo mundo vai." Pág. 73 - Cap. 7.

A narrativa continuava da mesma forma dos anteriores, leve e fluída, sem exageros, apenas escrachado mesmo. As cenas de sexo são dessa forma new adult de ser, sem escrúpulo algum e para mim não incomodou, na verdade, acrescentou nesse terceiro livro. Narrado em 1ª pessoa pela Mia, vamos acompanhando sua trajetória em Chicago com o Tony Fasano e seu segredo.

A minha concepção mudou depois que vi a entrevista com a autora na Bienal do Livro de São Paulo. Ela explicou muitas coisas sobre a Mia e sobre o que ela pretendia com a série A Garota do Calendário. A exploração da sexualidade feminina, da liberdade da mulher, das lições que a vida nos da e tudo mais. Nesse livro, conseguimos claramente enxergar a evolução da Mia, um maior entendimento sobre quem ela é e o que ela deseja ser ou ter, é realmente nítido o quanto em Março, a Mia amadurece.

Em março, a Mia aprendeu o real significado do amor. É uma leitura bem rápida e prática e que me fez ficar ansiosa para ler a série toda e descobrir com quem Mia poderá ficar, mas se ela escolher ficar com ela mesma apenas, eu amarei. E você? Já leu o mês de março? Me conta ai!!  

16 comentários:

  1. Olá
    eu adorei janeiro, mas não gostei de fevereiro, então foi ótimo ler março e gostar bastante. Me surpreendi pelo modo como a Mia vem evoluindo, o que me deixa ainda mais empolgante sobre os próximos volumes e o desfecho. Legal saber sobre essa entrevista da autora na bienal do livro. Para mim, também foi uma surpresa maravilhosa <3
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, anne, eu estou com os quatro primeiros livros dessa série aqui mas ainda não comecei a leitura. Adorei saber que a entrevista da autora esclareceu bastante coisas, eu não vi essa entrevista, e gostei de saber que o livro te surpreendeu. O fazano, pelo que eu já vi por aí, é decendente de uma família de italianos e acho que vai ser bacana acompanhar isso na trama. Espero ler logo.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Anne

    Quando a Record anunciou a série no Mochilão eu fiquei muito interessada. Quando saiu a pré-venda eu comprei logo os dois primeiros tamanha era minha vontade de ler, mas a decepção foi enorme. Achei a história muito ruim, não rola.
    Eu entendo a intenção da autora, mas não acho que Mia ensina nada de bom. Acho-a extremamente enfadonha e irritante.
    Enfim, não curti a série e até desisti da sessão de autógrafos que teve aqui no Rio! Hahahaha
    Mas fico contente quando vejo as pessoas curtindo, isso mostra o quanto a leitura, como um todo, é bem democrática.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Eu não li a sua resenha em detalhes, apenas por cima, pois estou no livro de fevereiro e que decepção. Se eu não quisesse saber tanto como termina a história da Mia, eu sinceramente teria largado. Afinal, 12 livros, acho dificil manter o ritmo, enfim, pretendo ler todos.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oii, tudo bom??
    Todo mundo resolveu ler esses livro né? Eu ainda não tive a oportunidade de começar a ler e to cada dia mais ansiosa por eles. Você é uma das primeiras que eu vejo que não curtiu a série e isso me dá um pouco de preguiça kkk, são 12 livros né? Vamos ver.
    Amei a resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Anne, eu desisti da série no segundo volume e acho que fui até longe demais. Ainda não consigo entender o sucesso destes livros. Tirando toda a sensualidade da trama, que ao meu ver é apelativa, vamos pensar no enredo que levou a Mia a viver todas essas situações, a tal dívida do pai: cadê a polícia????? Não engulo este plot, superficial demais!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá amore...
    Sério... to começando a me sentir mal por conta dessa série... porque parece que todoooo mundo leu, menos eu rs.
    Estou ficando a cada resenha lida querendo ainda mais ler essa série...
    Adorei sua resenha!

    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Também abri minha mente quando decidi ler os livros, mas não consegui curtir. Achei a Mia muito fraca nos dois primeiros livros. Não senti uma personalidade forte. Acho que isso será construído aos poucos, mas desanima um pouco pensar que tenho que ler tantos livros para chegar lá.
    Ainda não vi a entrevista da autora e vou dar uma pesquisada, quem sabe não mudo de opinião? Fiquei curiosa em relação a esse volume e espero curtir, pois sei que a autora trabalhou uma coisa diferente aqui.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Oi Anne. Estou acompanhando a série e já li até junho. Março foi um mês que me agradou e muito pelo tema que a autora abordou e tenho certeza que você pode matar um pouco a saudade do Wes nesse volume. Espero que continue curtindo a série.
    Bj

    ResponderExcluir
  10. Hi baby, tudo bem? nossa realmente todos estão lendo essa série, é uma febre mesmo e vejo muitas resenhas mistas, gostei muito da sua resenha e pretendo começar a ler esses livros o quanto antes hehe

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Fiquei imaginando quais seriam os motivos de Anthony Fasano... haha, mas sei que não lerei os livros. No começo, quando eu li as primeiras resenha do mês de janeiro, até fiquei curiosa. Mas essa curiosidade passou.
    Que bom que tu se abriu a novos estilos. Isso é ótimo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá...
    Não sou muito fã de romances hots, pois, acho tão desnecessário ter cenas íntimas como pano de fundo da história, logo, essa série nunca me atrai :(
    Ainda não tinha visto a entrevista da autora, mas, vou ver se encontro pela net pra quem sabe mudar de opinião sobre a série... Vamos ver, né?

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem? Adorei sua resenha, você escreve de uma forma que cativa o leitor, pelo menos foi o que eu senti nessa resenha. Em relação ao livro, já tinha visto outra resenha de outro livro dessa série, e nos dois casos, o livro não conseguiu me cativar, tudo bem que tem algumas partes interessantes como a ameaça ao pai dela, mas mesmo assim esse livro está distante do que eu estou atualmente com vontade de ler, mas enfim, continue com essa escrita deliciosa de ler, beijos
    Blog Leer Soñar Crear: http://leesoncre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Pelo que já vi, Wes encantou grande parte do público que está lendo a série. Ele deve ser realmente um encanto para tanto sucesso.
    Legal a autora explanar mais o significado da série, assim abre outras oportunidades para entender a história e os posicionamentos de Mia. Tenho curiosidade sobre como todo essa trajetória dela vai terminar.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  15. Confesso que estou com um pé atrás com esta serie, pois não creio que haja tanto enredo para o pano de fundo usado. Espero estar errada e gostar tanto do livro quanto da evolução que você cita ter.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  16. Oi Anne,
    Eu nunca gosto da resenha dos livros dessa série, mas a sua foi tão sincera sobre a narrativa do livro e principalmente sobre a história que eu acabei me interessando (♡)

    Eu não gostei quando me disseram que seria apenas uma mesma personagem passando por todos os acontecimentos da série. Mas pelo que vi parece uma aventura para o leitor ler toda a trajetória de Mia e seus "acompanhantes".

    Beijoss querida, Enjoy Books

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.