#11 A Menina submersa - Memórias, Caitlín R. Kiernan

ISBN-13: 9788566636536
ISBN-10: 8566636538
Autor: Caitlín R. Kiernan
Ano: 2015 
Páginas: 320
Idioma: Português 
Editora: DarkSide® Books
Sinopse: Com uma narração intrigante, não-linear e uma prosa magnífica, Caitlín vai moldando a sua obsessiva personagem. Imp é uma narradora não-confiável e que testa o leitor durante toda a viagem, interrompe a si mesma, insere contos que escreveu, pedaços de poesia, descrições de quadros e referências a artistas reais e imaginários durante a narrativa. Ao fazer isso, a autora consegue criar algo inteiramente novo dentro do mundo do horror, da fantasia e do thriller psicológico.
Classificação: 5/5 - Favoritado

 Não confiei em nenhum momento no que Imp me contou.
A cada página lida eu me sentia mais confusa e mais incerta sobre o que era real e o que não era.
Mas e se tudo aquilo fosse real?
E se não?


A Menina Submersa, romance de Caitlín Kerman, nos deixa assim, meio confusos e abstratos sobre os fatos reais da história. É um livro dentro de um livro. É uma história dentro da cabeça de uma mulher esquizofrênica. É uma trama psicológica que te faz mergulhar em um lago negro e ficar preso nele. 

Eu demorei alguns meses pra poder escrever essa resenha. Eu tive um bloqueio psicológico para escrever sobre esse livro que me perturbou um pouco. Eu fiquei bem paranoica com a Imp, que como a sinopse mesmo diz, não é uma narradora confiável. Me peguei ali, não sabendo em quem confiar, um sentimento sufocante, um sentimento de que eu não tinha controle sobre o que eu lia e entendia. 

" Na minha mente, isso tudo forma um circulo perfeito, um circulo elegante e inescapável. Mas ao ver no papel, parece meio confuso. Tenho medo de que não fique claro de modo algum o que eu quero dizer. O que eu quero tirar da minha mente e colocar em algum lugar fora de mim. Não sei as palavras exatas, talvez porque não há palavras certas para trazer uma assombração para a luz e prender com tinta e papel. p. 57
Imp é uma mulher esquizofrênica que conversa com o leitor de uma forma muito abstrata. Como era de se imaginar. Ela nos guia por uma obra de arte chamada Sua Mente. Nos apresenta poesia, arte, abstrações e quadros. Quadros que a marcaram e que ela faz questão de nos lembrar que estamos sendo seus confidentes e cúmplices, e principalmente, Imp nos apresenta a menina submersa.

Essa resenha é difícil de escrever, porque qualquer informação que eu der, poderá estragar o prazer e a surpresa de leitura. A escrita da Caitlín é puramente faminta e representa um estilo íntimo que casa perfeitamente com a ânsia do leitor em desmembrar todos os fragmentos da obra. Mas não se acanhe, a obra é perfeita para todo mundo. Até para você que prefere os livros mais leves, pois a autora consegue captar a simplicidade de alguns atos e costurar na história.

Eu devo dar os parabéns também as tradutoras que tiveram a missão de traduzir uma escrita mágica e não perder a essência original. É um livro como poucos, mas para todos. Acho que todo mundo precisa ter a experiência de leitura fantástica com essa história. A diagramação está perfeita, como sempre a DarkSide Books capricha. A fonte, o tamanho da letra, o acabamento do livro que é impecável, as páginas amareladas, os detalhes em pink contrastando com o cinza escuro e o alto relevo da edição. 

Se você quer sair da sua zona de conforto, o livro é perfeito.






12 comentários

  1. Eu comprei esse livro tem algumas semanas e tô doida pra ler!!! Todo dia olho ele na minha estante e fico só namorando hahahah

    Mago e Vidro

    ResponderExcluir
  2. Olá Anelise, tudo bem?
    Esse livro parece simplesmente perfeito da capa que parece uns obra de arte até o enredo, já estava louca para submergir nessa história e depois dessa resenha preciso ler urgente, adoro livros que mexam com nosso psicológico a ponto de nos tirar as palavras.
    Beijos e parabéns pela resenha.

    Giuliana

    ResponderExcluir
  3. Oi, Analise!

    Eu acabei de comprar esse livro na Americanas com um precinho lindo. Mas, te confesso que estou com um pouco de medo de ler a obra. Sua resenha está incrível e me deixou super instigada. Será que vou ficar assim igual a você, bloqueada e me sentindo sufocada? #MEDO Vou mergulhar nesse lago negro e espero sair dele.

    Um beijão,
    Dai | http://www.cheirodelivronacional.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Anelise,
    Essa editora sempre arrasa nas capas e diagramação, sempre vejo ótimos elogios :)
    Sei bem como é ler um livro e travar para escrever a resenha, estou nesse momento rs
    Muito bom ler livros que mexem com o nosso psicológico.
    Conhecer tão bem a mente dessa mulher, ela conversar abertamente com o leitor e tudo mais que essa história parece ter, deve mexer mesmo com toda a nossa estrutura.
    Parabéns pela resenha
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Nossa, que livro mais complexo! rsrs
    Essa capa é linda e sempre me deixou intrigada, agora sei o porque, nunca tinha lido nenhuma resenha sobre ele, fiquei curiosa pra ler e como você falou "sair da minha zona de conforto"

    Parabéns.
    http://conchegodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Quando soube do livro, pela capa e título achei que o enredo fosse fantasia (tipo, menina submersa = sereia) e foi uma surpresa muito grande saber que a submersão é para dentro de si mesma... E então, a curiosidade sobre o livro só aumentou! Todo livro que nos muda psicologicamente, filosoficamente é ótimo. Atualmente são estes os meu favoritos.
    Seu texto ficou ótimo, vê-se de longe o quant a obra mexeu com você!
    bjs!!
    Nu.

    ResponderExcluir
  7. Olá! Não sabia que esse livro levava a uma reflexão desse tipo. Eu gosto muito quando o livro proporciona isso. Fiquei bem curiosa pela leitura. A capa é bem linda e instigante e assuntos que abordam a psiquê humana já chamam minha atenção. Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Nossa, alguns meses para resenhas? imagino o quanto deva ter sido impactante. Eu ainda não conhecia o livro mas pelo enredo que vi aqui na tua resenha é uma história bem complexa e saber que a tradução foi feita de modo que toda a magia ficou mantida é muito bom, já vi algumas traduções que deixam o final meio sem sentido

    ResponderExcluir
  9. Olá... tudo bem??
    Eu amei a leitura desse livro e assim como você achei a mente de Imp bem complexa... como eu nunca tinha lido nada tão rebuscado assim... inicialmente achei bem cansativo, mas conforme entrava na mente dela e me aprofundava e não queria sair... foi uma leitura simples, porém bem complexa... e claro que a diagramação deu um toque mais que especial na narrativa... Xero!!!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Ane, ganhei esse livro de uma amiga muito querida, achei essa edição lindíssima, feita com tanto capricho, assim como a maioria das obras da DarkSide. Ainda não tive a oportunidade de ler, já vi algumas resenhas, nem todas positivas como a sua, mas o tipo de enredo me atrai bastante, lerei em breve!

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  11. Oi Anelise,
    Eu já venho namorando os livros da Dark há algum tempo, e acredito que toda coleção que se prese merece essas obras como item, já que o trabalho gráfico e artesanal na minha opinião são incríveis. A menina submersa é um dos livros que esta na minha lista, mas confesso que não sabia nada a respeito dele até esse momento. Eu tenho consciência do quanto se torna difícil escrever uma resenha quando o livro nos toca tão intensamente, e isso é só mais um dos motivos para eu desejar essa obra!!
    Parabéns pela resenha, incrível.

    Paraíso das Ideias

    ResponderExcluir