Estava olhando para a listinha das 642 coisas sobre as quais escrever e me deparei com o item 104 ''O que você sente sobre o ''amor'' ultimamente?". Com tanta intolerância, ódio e falta de empatia que nos tem cercado neste país tão grande, mas tão pequeno mentalmente ao mesmo tempo, tenho sentido e percebido que as pessoas estão subestimando o amor e o pior de tudo, estão escolhendo não usa-lo. 
     Eu tenho sentido, que as pessoas estão com mais medo ainda de amar. Eu não estou falando exclusivamente do amor romântico, mas sim do ato de amar em si. Amar coisas, pessoas, lugares. Todo mundo aparentemente desistiu de amar e distribuir amor. Eu sou uma das maiores defensoras da causa LGBT do Brasil e do mundo e sempre quando me deparo com pessoas querendo impedir que os casais homossexuais se amem, se casem, construam uma família, eu fico: NÃO GENTE VOCÊS ESTÃO FAZENDO TUDO ERRADO! Não é possível que as pessoas estejam sendo contra compartilhar amor. Compartilhar amor, doar amor, receber amor gente. Toda forma de amor é válida. Não vamos subestima-la e substitui-la por ódio e intolerância.
     Amar é tudo de bom. Se permitir amar é tudo de bom. Não vamos substituir esse ato tão singelo e maravilhoso por palavras negativas e de ódio. Eu repito esse discurso, porque se você que está ai lendo é uma pessoa que está barrando o amor, está bloqueando esse sentimento tão bonito, eu quero que pense melhor, que reflita. O amor é para ser sentido, preservado e apreciado.
     Ame uma música, uma banda, um jardim, uma pessoa, um livro, seu computador, ame animais, ame ajudar, ame dançar, ame cozinhar, ame acordar, ame ir a uma festa, ame viajar, ame a si mesmo. Ame. Não desperdice a chance de gerar amor e de doa-lo. Não aguento mais sentir que esse sentimento está sendo substituído e subestimado. 

13 Comentários

  1. Oi, Anne!!
    Amei, amei, amei seu texto! Fazia tempos que estava desgostosa com o que vejo na internet sobre tantas coisas, entre elas sobre o direito de se poder amar a quem ou que quiser... Estamos numa época que avançamos tanto em vários aspectos, mas nos mais importantes estamos tão ou mais atrasados do que há tempos atrás. Seu texto foi um gole de água limpa nesse mar de preconceitos e prejulgamentos e excesso de atenção ao que as outras pessoas fazem sem se importar com seus próprios erros...
    Excelente post!!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas palavras Ileana. Faço das suas as minhas palavras. As pessoas andam tão intolerantes, tão omissas as coisas erradas do mundo, andam distribuindo ódio e se esquecem de amar, viver o amor e celebra-lo. Mas eu acredito que se começarmos a ter esse tipo de reflexão e as pessoas ao nosso redor começar a ter também, as coisas vão melhorar. Eu espero pelo menos!

      Excluir
  2. Adorei o texto, realmente estamos vivendo uma época em que é preciso ter mais consciência e respeito pelo próximo, cada um faz da sua vida o que bem entender e ninguém tem nada com isso.


    http://www.vocedebemcomaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que vai bem mais além de ter consciência e respeito, é amar, não ter medo do amor, não subestima-lo e distribui-lo, ao invés desse ódio gratuito!

      Excluir
  3. Oi, tudo bem?
    Bem reflexivo o texto. Você tem razão não só o amor romântico (mas também ele), as pessoas tem medo de dar amor, e apesar de no íntimo desejá-lo..também tem medo de receber.
    Amei a publicação.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! As pessoas tem esse medo de bobo de amar que eu não entendo, rs.

      Excluir
  4. Oi, tudo bem?
    Bem bacana seu post! E viva o amor!
    Eu não acho certo que uma pessoa que é homossexual está fazendo o que é certo, mas respeito demais, porque cada um ama quem quer! O mesmo penso sobre o casamento Gay, se eles querem deixem eles serem felizes, e viva a liberdade o/.

    Beijo :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não entendi muito bem ''Eu não acho certo que uma pessoa que é homossexual está fazendo o que é certo'', porque acredito que não existe certo ou errado. O que existe são dogmas empurrados para as pessoas goela abaixo. O que é certo para um, é errado para o outro, mas isso tudo é uma cultura e nunca devemos impor os nossos achismos aos outros, principalmente fazer com que eles se sintam oprimidos com o que achamos e fazemos. Cada indivíduo tem o direito de amar a pessoa que quiser. Nós amamos os seres humanos, não o gênero, sexualidade, órgão genital deles. Amamos pessoas e não o que elas possuem.

      Viva a liberdade!!!

      Excluir
  5. É chocante mesmo as pessoas estarem sendo contra compartilhar amor, e mais chocante ainda às vezes chegarem ao limite da intolerância e agir com violência para impedi-lo. O respeito parece que não existe mais no mundo, cada um tem o direito de escolher como viver sua vida e amar quem/ o que quiser.

    beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Estamos em uma época bem difícil. Parece que quando damos 2 passos para o bem, retrocedemos 500! Parece que o ódio e intolerância estão cada vez mais comuns e isso não pode ser certo. Temos que vivenciar o amor!

      Excluir
  6. Menina que texto mais lindo. PARABÉNS.
    Eu gostei bastante de tudo que você falou sobre o amor
    e a maneira como você abordou o assunto.

    Amor é o respeito entre as pessoas. O amor está nas pequenas coisas do mundo.
    Acho que devemos valorizar para poder cultivar ainda mais, porque o mundo tá precisando.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/06/resenha-o-que-o-amor-esconde.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sil! Exatamente, devemos valorizar e cultiva-lo, porque PRECISAMOS e além do mais, é muito bom distribuir amor.

      Excluir
  7. Oie Anne!
    Estou muito decepcionada com o mundo onde vivemos, o amor é algo esquecido e a grande parte das pessoas só sabem julgar ou olhar para si mesmo, viverem no seu mundinho particular, o bem estar dos outros não importa mais. Ando vendo situações que me fazem questionar a onde estamos errando na educação, porque as pessoas não podem aceitar o ato de amar.

    Beijos Anne!
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir