[Resenha] Por lugares incríveis - Jennifer Niven

domingo, abril 05, 2015
Título: Por Lugares Incríveis
Autora: Jennifer Niven
Editora: Seguinte
Gênero: YA/Drama
Ano: 2015
Páginas: 392

Sinopse: Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.
Melancólico. Lindo. Sensível. Três palavras que conseguem descrever bem essa história. Por Lugares Incríveis, me levou para um universo totalmente conhecido por mim: A depressão. Por muitas vezes, me senti engolida pelas palavras de Theodore Finch, porque me sinto daquela forma e se sentir desse jeito, não é legal. Particularmente, o livro me tocou. Não somente porque eu passei por maus bocados durante muitos anos, mas também porque a história me trouxe uma vontade de viver inexplicável. Eu quero encontrar a minha Violet, porque vejo que Finch se tornou uma pessoa melhor ao conhece-la.

"Olho na direção que Brenda indicou e lá está ele. Theodore Finch encostado em uma minivan, mãos no bolso, como se tivesse todo o tempo do mundo pra me esperar. Penso nas citações de Virginia Woolf, as do livro As ondas: Pálido, cabelos escuros, o que se aproxima é melancólico, romântico. Sou brejeira e fluida e caprichosa, pois ele é melancólico, rotântico. Está aqui, ao meu lado.'' Violet, página 79.

Percebemos nitidamente o amadurecimento dos personagens. Violet é uma personagem que cresce conforme a trama vai se desenrolando. Uma pessoa maravilhosa que foi engolida pela tristeza. Finch mesmo diz que ela só estava existindo, não estava vivendo. Não fazia as coisas que era boa, porque não se sentia boa, não mais. Perder sua irmã a deixou totalmente perdida no mundo, sentindo uma parcela de culpa e ao mesmo tempo não conseguindo agradecer a Terra, por ainda estar viva. Violet começou a dar valor àquele mundo, a sua existência, aos seus princípios, gostos e vontades. Ela se tornou plena e, na minha visão, mesmo Theodore sendo mais depressivo que ela, ele conseguiu com que ELA enxergasse o mundo com mais cor, com mais vontade.























Theodore Finch. Definitivamente o meu personagem favorito dessa história. O jeito como ele conta as coisas que aconteceram e acontecem com ele, me desperta uma ânsia incomum. Mas não uma ânsia ruim e sim uma boa, uma vontade de absorver tudo aquilo e abraça-lo. Eu queria simplesmente abraçar Theodore Finch e fazer carinho nele, dizer que tudo vai ficar bem. Como uma pessoa depressiva que sou, sei como é se sentir daquela forma, então me identifico mais ainda com ele. As maneiras como ele nos explicava e nos mostrava aquele universo suicida - que infelizmente já quase experimentei (não tenho vergonha alguma de falar isso aqui) -, te deixava imerso naquilo se sentindo na cabeça do Finch. Sofrendo junto dele.

"Aprendi que existem coisas boas no mundo, se você procurar por elas. Aprendi que nem todo mundo é uma decepção, incluindo eu mesmo, e que um salto a 383 metros de altura pode parecer mais alto de uma torre do sino se você estiver ao lado da pessoa certa.'' Theodore Finch, página 92.

Uma das coisas mais legais desse livro, é que a autora soube dosar bem a forma como Finch e Violet vão se conectando um ao outro. Nada de rapidez e aqueles romances que se conhecem há dois dias e já se amam. O primeiro beijo dos dois, me arrepiou. Eu senti meu estômago afundar de tão especial que foi. Especial e espontâneo, talvez essa seja a palavra que descreve Violet e Finch: Espontaneidade. É incrível como você se apega a esses dois, como você torce para eles. Eu chorei, preciso confessar. Não só pelos meus problemas, mas por tudo. Eu desejava o tempo tempo que eles gozassem logo da vida, da felicidade plena, que continuassem vivendo aquele amor intenso que despertou o desejo de viver.

"Ela é oxigênio, carbono, hidrogênio, nitrogênio, cálcio e fósforo. Os mesmos elementos que estão dentro de todos nós, mas não consigo parar de pensar que ela é mais que isso e que tem outros elementos dos quais ninguém nunca ouviu falar, que a tornam diferente de todas as outras pessoas. Sinto um breve pÂnic enquanto penso: O que aconteceria se um desses elementos desse pane ou simplesmente parasse de funcionar? Me obrigo a tirar essa ideia da cabeça e me concentro na sensação da pele dela até não ver mais moléculas, mas Violet.''  Finch, página 199.  

Pessoal, eu indico a todos esse livro. Acho que ele faz um bem danado para a alma e para o que pensamos sobre nossas vidas. Ele te faz viajar, te leva por lugares incríveis... 

10 comentários:

  1. Ai que resenha mais linda! *-*

    Já vi várias desse livro, mas a sua se superou! A começar pelo fato das três primeiras palavras e da última frase ♥

    Achei digno e me tirou de cima do muro, pois uma blogueira disse que chorou tanto que mal conseguiu ler o livro todo e ai fiquei com medo de entrar em depressão, haha!

    Que o livro é triste? É, você também deu a entender isso. Mas nada muda o fato de que a história promete comover bastante :3

    Bjs!

    Jhonatan | Leitura Silenciosa
    PARTICIPE DO NOSSO TOP COMENTARISTA E CONCORRA A DOIS LIVROS INCRÍVEIS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu chorei bastante no final, mas ao decorrer do livro só fiquei ansiosa haha. Obrigada pelas palavras. <3

      Excluir
  2. Você me fez chorar de novo!
    Amo demais esse livro, favorito do ano, ou melhor da vida!
    <3

    www.daninhafarias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpa por ter te feito chorar haha esse livro é lindo de mais mesmo! <3

      Excluir
  3. Estava navegando na web quando vi esse livro. Me deu vontade de ler achando ser somente mais uma historia de amor fofa e bonitinha. Fui pega completamente desprevenida com o quão profundo ele é. Finch e Violet me conquistaram. Principalmente Finch. Lindo, carismático, sensível, engraçado e infinitas coisas que o faz ser tão especial para mim. A imensidão de sentimento que tive com esse livro é enorme: alegria, raiva, tristeza, culpa, compaixão e etc. Chorei horrores e quando terminei fiquei com uma baita ressaca literária. Todos deveriam ler esse livro.

    Beijos <3

    P.s: A capa é muito fofa ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu descobri esse livro em uma das minhas andanças também pela internet. Logo de cara amei a capa e a sinopse, quis muito ler e quando li: chorei, ri, quis abraça-los, quis ajudá-los, me inseri totalmente na história. E o Finch é tudo isso mesmo e mais um pouco. Tanto que chorei MUITO no final. Ele me conquistou de mais! Obrigada por passar aqui linda, beijos!

      Excluir
  4. Amiga eu ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas ele deve ser simplesmente maravilhoso, porque todos comentam muito bem sobre ele. Espero ter a oportunidade de fazer a leitura assim que possivel, pois eu ainda estava com um pouco de receio para ler sabe? Mas depois de ler essa sua resenha maravilhosa eu fiquei tipo que pensando sobre tudo que você abordou sabe. Acho que darei uma chance. Meus parabéns. Percebi que vc escreve muito bem =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/04/resenha-miley-cyrus-she-cant-stop.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dê uma chance sim Sil, vale super a pena. O livro nos encanta e nos prende de uma maneira muito peculiar. Você começa lendo e acha que vai ser só mais uma historinha boba, mas ao decorrer da trama, você percebe o quão incrível os personagens são. E obrigada. :)

      Excluir
  5. Não conhecia esse livro, me surpreendi com a história dele. Teve uma fase "negra" na minha vida em que eu também tive pensamentos suicidas, mas alguma coisa sempre me segurou. Não dava valor à vida que tinha, essa era a verdade. Achava que não tinha talento pra nada e no fundo concordava com qualquer comentário maldoso que fizessem a meu respeito. Agora, por mais que minha vida tenha evoluído muito, sinto que preciso desse tipo de leitura motivacional, e acho que vou gostar bastante do livro, tanto que já adicionei na minha lista dos que quero comprar ;)

    http://thaisnacidade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você sempre teve essa força interna para superar tudo. Eu não tive tanto sorte, mas consegui sair dessa com ajuda de pessoas muito queridas para mim. A vida infelizmente às vezes nos deixa afundar em um mar de decepções e frustrações e ai fica difícil de sair tão fácil de lá. Mas leia esse livro, eu adorei de mais! Vale a pena. :)

      Excluir

Tecnologia do Blogger.