Há uma existência boa... É só querê-la.

domingo, dezembro 28, 2014


Vivemos deixando tudo a nossa volta passar despercebido. Não entendo o por quê. Só vejo. é como se fossemos bons demais, orgulhosos demais para nos deixarmos apreciar cada mísero detalhe do cotidiano. A vida vai acontecendo enquanto estamos presos em nossos problemas e em nossas bolhas. Sempre nos lembrando que as folhas são frágeis, as bolhas também e a qualquer momento você se vê na beira do abismo e acaba caindo e quebrando, porque você também é um ser frágil.

Voltando de um sítio, comecei a reparar nas coisas que se passavam tão rapidamente pela janela do meu carro. Eu tentava capitar cada detalhe, cada momento, mas era quase impossível. A velocidade do carro era tão maior e mais intensa que a velocidade das coisas acontecendo fora dele. Acho que é assim que se caracteriza a vida. Fiquei pensando em como tudo acontece de forma tão rápida, quase que um súplico ''me deixe acontecer, me deixe. Preste atenção ou me deixe''. E sempre deixamos.

Não reparamos nos amigos, nos vizinhos, nos animais, nas plantas que estão a nossa volta. Preferimos ficar incubados dentro da jaula da nossa existência, porque assim é mais fácil de lidar. Ou pelo menos achamos que é mais fácil. Esquecemos que somos feitos de experiências e que a nossa existência pode valer muito mais do que pensamos.

Nos deixamos levar pelos sentimentos negativos, pelos pensamentos ruins e tudo isso vira um emaranhado de catástrofes dentre de nós mesmos. Acabamos nos perdendo no mundo e de alguma forma, não conseguimos recuperar e voltar a realidade. 

A realidade não é algo ruim, ela só é feita para quem a quer. Nos falta coragem para aceita-la e fazê-la nossa aliada durante todos os dias. A existência, a vida não é um fardo. Ela é um presente. Desdenha-la parece o certo, quando na verdade é o motivo de tanto descontentamento.

Por isso, se encha de energia positiva e luz. A vida é muito mais do que enxergar apenas as coisas que não queremos, as coisas ruins. A vida é aquilo que acontece, quando estamos ocupados demais para fazê-la acontecer do nosso jeito. Não desperdiçar o tempo alimentando sentimentos que não lhe acrescentarão nada. Guie-se para as coisas boas. A existência não é um fardo.



Um comentário:

  1. De fato, Padawan, a existência é uma dádiva incompreendida. Mas seu pensamento estoico compreendeu.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.